Busca de Cursos e Treinamentos

Supervisor de entrada em espaços confinados (NR-33)

Apresentação

Uma das exigências para o trabalho em espaço confinado, segundo a NR 33, é o supervisor de entrada. É de responsabilidade desse profissional o monitoramento inicial do espaço, elaboração da Permissão de Entrada e Trabalho (PET) e controle dos riscos que forem encontrados.

Objetivo

Supervisionar entrada em espaços confinados, conforme determinação da norma regulamentadora 33.

O que vou aprender

• Definições; • Identificação dos espaços confinados; • Legislação de Segurança e Saúde no Trabalho; • Reconhecimento, Avaliação e Controle de Riscos; • Funcionamento de equipamentos e ferramentas para utilização em espaços confinados; • Programa de Proteção Respiratória; • Área Classificada; • Conhecimento sobre o sistema de ar mandado e o sistema autônomo; • Conhecimentos sobre práticas seguras em espaços confinados; • Procedimentos e utilização da PET; • Critérios de indicação e uso de equipamentos para controle de riscos; • Sistemas de proteção contra quedas; • Confecção de nós para linha de vida flexível; • Montagem de uma linha de vida; • Montagem do sistema de tripé; • Montagem do sistema de ganho mecânico; • Entrada em espaço confinado; • Noções de resgate e primeiros socorros; • Operações de salvamento.

Uma das exigências para o trabalho em espaço confinado, segundo a NR 33, é o supervisor de entrada. É de responsabilidade desse profissional o monitoramento inicial do espaço, elaboração da Permissão de Entrada e Trabalho (PET) e controle dos riscos que forem encontrados.
Supervisionar entrada em espaços confinados, conforme determinação da norma regulamentadora 33.
• Definições; • Identificação dos espaços confinados; • Legislação de Segurança e Saúde no Trabalho; • Reconhecimento, Avaliação e Controle de Riscos; • Funcionamento de equipamentos e ferramentas para utilização em espaços confinados; • Programa de Proteção Respiratória; • Área Classificada; • Conhecimento sobre o sistema de ar mandado e o sistema autônomo; • Conhecimentos sobre práticas seguras em espaços confinados; • Procedimentos e utilização da PET; • Critérios de indicação e uso de equipamentos para controle de riscos; • Sistemas de proteção contra quedas; • Confecção de nós para linha de vida flexível; • Montagem de uma linha de vida; • Montagem do sistema de tripé; • Montagem do sistema de ganho mecânico; • Entrada em espaço confinado; • Noções de resgate e primeiros socorros; • Operações de salvamento.

Cartilhas(s) do curso

Agenda deste curso

Confira a relação abaixo!

Não encontrou uma agenda para este curso? Procure mais informações com o sindicato da sua região.